menu x

Tem que ter frio na barriga pra começar a dançar?

51298956_2015487785172583_5006870073911017472_n

Tem que ter “gingado” pra poder dançar? Não!

Tem que saber dançar pra começar a praticar? Não!

Tem que ser magra pra dançar? Não!

Tem que ser mulher pra dançar? Não!

Tem que ter frio na barriga pra começar a dançar? Sim e muito frio na barriga ein!

Aliás, quanto mais frio na barriga na hora de começar uma coisa nova, melhor. Sabe por quê? Porque esse frio na barriga vai se transformando em excitação na medida em que você começa a descobrir novas possibilidade para o seu corpo, a sua mente e o seu espírito.

Porque a vida é isso: é fome de seguir adiante sempre em busca de algo que te mova e te faça sair da sua zona de conforto. O frio na barriga é só o tempero. E dançar é parte da vida. Inclusive, há quem diga que viemos pra esse mundo mesmo é pra dançar.

Você já parou para pensar como o nosso corpo é puro ritmo? Da batida do coração à respiração, tudo é ritmo. Então, que tal nos libertarmos daquilo que nos impede de explorar os movimentos dos nossos corpos? Libertar-se daquilo que nos disseram que não era possível e das crenças que nos aprisionam e normalizam.

Ser capaz de bancar quem se é pode até não ser fácil, mas a gente te garante, é uma delícia! Nossas professoras encontram na dança, no som e no ritmo, uma possibilidade de viver e de expressar suas almas. Você também pode experimentar dessa liberdade! Sempre quis dançar, mas nunca soube como? Esqueça as amarras e se permita aquela uma ou duas horas da sua semana para deixar o frio na barriga tomar conta até que ele se transforme em pura alegria!

Sobre nós

Somos uma casa de Cultura e Bem Estar no bairro Santa Mônica – Florianópolis. Conheça nossas atividades, Práticas Corporais, Dança, Yoga, Massoterapia e outras Terapias integrativas.

Nossa missão é INSPIRAR o autoconhecimento e a transformação pessoal em um ambiente acolhedor e com atendimento personalizado. Bem vind@s a nossa Casa, e lembre-se de vir nos visitar no Santa Mônica – Florianópolis!